terça-feira, 26 de novembro de 2013

Minha razão se foi...



Como posso querer estar no controle de tudo sendo que eu nem tenho controle daquilo que me enlouquece? De fato, minha razão se foi...

Vivo me perguntando: quão louca eu tenho que ser para alcançar minha sanidade?

Eu não quero morrer por segundos não vividos... mas estou vivendo pra não te deixar morrer em mim. Tenho muitos motivos para seguir em frente e te esquecer, mas sempre encontro muitos outros para te deixar passar pela minha vida com uma história verdadeira e, talvez, eterna.

É essa minha estranha necessidade de ser vista, de estar perto de você e de interpretar seus movimentos em favor de encontrar algo que não me faça desistir... minha razão se foi novamente.

Estou fixa, mas me arrasto. E continuo correndo em círculos... atrás de você.

Aline Spitzer.
Postar um comentário